Documento sem título
  Segurança Pública e Direitos Humanos
 
Documento sem título
Associação de Oficiais Militares
CESeC
Fórum Brasileiro de Segurança
Forum de Segurança Pública
Governo estadual
Guarda Municipal do Rio de Janeiro
IBCCRIM
Instituto de Advocacia Racial e Ambiental
Instituto de Filosofia e Ciências Humanas
ISP
LeMetro
NECVU
NUFEP / UFF
NUPEVI
Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro
Polícia Federal
Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro
Rede Nacional Direitos Humanos
Rio de Paz
SEAP
Viva Rio
 
 O Dia
Veja + 
 Globo On
Veja + 
Folha ONLINE
Veja + 
 
 
Documento sem título
 
 
» Alemanha investiga Mitsubishi por fraude em testes de emissão de gases poluentes

FRANKFURT - A Mitsubishi Motors está sob investigação por possivelmente vender veículos a diesel na Alemanha que foram programados para fraudar os testes de emissões de poluentes, disseram os promotores de Frankfurt na terça-feira, quando a polícia invadiu os escritórios da montadora japonesa.

A investigação é outro revés para a aliança Renault-Nissan-Mitsubishi, que está sob forte tensão desde a prisão do brasileiro Carlos Ghosn, seu ex-presidente, há mais de um ano no Japão. No fim de dezembro passado, o ex-titã na indústria automobilística saiu de Tóquio, onde cumpria prisão domiciliar, para o Líbano numa fuga cinematográfica.

O que Ghosn não revelou: Mangá conta a história da fuga espetacular

Investigadores invadiram 10 escritórios da Mitsubishi em Frankfurt e arredores perto de Munique e em outras localidades da Alemanha na terça-feira, disseram os promotores. As buscas incluíram dois fornecedores, que as autoridades não identificaram.

A Continental, que fabrica componentes eletrônicos para carros, confirmou que era um dos fornecedores, mas disse que era uma testemunha no caso. A polícia revistou seus escritórios em Frankfurt, Hanover e Regensburg, uma cidade da Baviera, informou a Continental em comunicado. A empresa disse que estava cooperando com as autoridades.

Viu isso? Presidente da Volkswagen é indiciado por manipulação do mercado por Dieselgate

A Mitsubishi confirmou que as autoridades inspecionaram as instalações do seu distribuidor alemão, bem como as instalações de pesquisa e desenvolvimento na Alemanha.

"É claro que a Mitsubishi Motors colaborará e contribuirá para essa investigação", afirmou a empresa em comunicado.

Tratamento diferente: Volkswagen resiste a indenizar brasileiros por Dieselgate

Um novo escândalo de emissões de diesel, desta vez envolvendo a montadora japonesa, também pode pesar em toda a indústria automobilística, segundo o jornal The New York Times. As acusações de fraude de emissões contra a Volkswagen, Fiat Chrysler, Daimler e outros prejudicaram a reputação das montadoras tradicionais que se veem sob forte pressão da americana Tesla, do empresário Elon Musk, e de seus carros elétricos livres de emissões de gases.

A Mitsubishi tem uma participação menor no mercado europeu de automóveis. Vendeu cerca de 148 mil veículos em toda a Europa em 2019, uma participação de mercado inferior a 1%. A Nissan é o maior acionista da Mitsubishi, com uma participação de 34%.

22/01/2020
 
 
» Fuga de cérebros faz Brasil cair a 80° lugar em ranking global que mede competitividade de talentos

LONDRES ? O Brasil está ficando para trás e pode perder o bonde da revolução digital se não agir depressa. Sem mão de obra qualificada para atender as novas exigências do mercado, voltou a cair no ranking da chamada competitividade global de talentos criado pela Insead, uma das principais escolas de administração do mundo. Ficou em 80º lugar entre as 132 nações analisadas na edição deste ano.

Trata-se de uma queda de oito posições em comparação com índice de 2019, o que confirma a tendência negativa dos últimos anos. As notas do país pioraram em cinco dos seis pilares do indicador.

Guedes:Em Davos, ministro diz que país voltou a crescer, 1,2% em 2019 e 2,5% em 2020

? O mundo está se desenvolvendo e o Brasil não está conseguindo acompanhar ? afirmou ao GLOBO o professor associado da Insead, Felipe Monteiro, que é um dos responsáveis pela elaboração do índice.

A explicação para o desempenho ruim está sobretudo na falta de capacidade do Brasil de criar, reter e atrair novos talentos. Com uma diferença de apenas um ano entre as pesquisas, o item ?fuga de cérebros? saltou da 45ª para a 70ª posição. Isso significa que os trabalhadores mais preparados estão deixando o país por oportunidades melhores lá fora. Talvez pelo fato de a "empregabilidade" no mercado brasileiro ser ruim.

O indicador ficou com a 123ª. posição, após atingir uma nota medíocre de 27,91 em 100. O mesmo aconteceu com o item ?relevância do sistema educacional para a economia?, em que o Brasil teve nota 15,86 e despencando para o 126º lugar, seu pior resultado.

Davos:'A pior inimiga do meio ambiente é a pobreza', diz Guedes

Os dados divulgados nesta quarta-feira pela Insead no Fórum Econômico Mundial (FEM) de Davos mostram que cresce a passos largos a distância entre o Brasil e outras economias. É verdade que se repetem entre as nações em desenvolvimento a falta de capacidade de reter talentos e de produzir mão de obra qualificada.

Mesmo assim, o Brasil perdeu feio para todos os países do BRICS (o acrônimo para se referir a Brasil, Rússia, Índia, China África do Sul, criado há duas décadas para enumerar as economias que seriam as locomotivas do futuro).

A despeito da sua dificuldade de atrair e reter cérebros, a China, a segunda maior economia do mundo e uma das que mais crescem, vai se posicionando no grupo que a Insead chama de campeões (onde estão os países ricos), ainda com um pé entre aqueles que estão despontando, assim como a Índia.

Viu isso? Pessimismo com o avanço da economia global bate recorde

O Brasil foi colocado no universo das nações que estão ficando para trás.

Na Suíça e nos Estados Unidos, no topo do ranking, respectivamente, a situação é bem diferente. Os suíços são hoje os que mais atraem talentos e os americanos, os que mais preparam profissionais capacitados.

O curioso sobre situação brasileira é que os investimentos em inovação e qualificação têm crescido. E as universidades do país também estão bem avaliadas em comparação com o resto do mundo. Para Monteiro, estes investimentos não estão sendo capazes de preparar os novos profissionais para os desafios do mercado.

Oportunidades:Quer trabalhar, estudar ou empreender no exterior? Guia mostra as opções nos principais destinos

? O problema é menos no investimento. Está mais no resultado. Ou seja, o país pode estar investindo nas coisas erradas ? destacou.

Ele afirma que o crescimento econômico é importante, mas que é fundamental que o país se abra para o resto do mundo para atrair o que há de melhor lá fora.

? Quanto mais competitivo for o cenário econômico, quanto mais o trabalho for de alto valor agregado, mais importante será você contar com as melhores pessoas, mais capacitadas, e, ao mesmo tempo, seguir mantendo esses profissionais no seu país ? disse.

O ranking da Insead deste ano trabalha com dados coletados entre 2017 e 2018.

Para Marco Stefanini, CEO da Stefanini IT Solutions, empresa brasileira presente em 24 países, o Brasil precisa saber se transformar e aproveitar a janela de oportunidade que se abre a partir da inteligência artificial (IA). Convidado para escrever um capítulo no estudo da Insead, justamente sobre este tema, ele afirma que o país pode queimar etapas para se tornar competitivo.

Viu isso?Portugal cria visto especial de TI e atrai brasileiros

? Hoje, o Brasil tem uma oportunidade única. Neste momento, estão todos buscando se adaptar à IA. Se o Brasil conseguir mudar o seu sistema, saltar da etapa atual diretamente para a seguinte, poderá competir em igualdade de condições com outros países. Trata-se de um setor que exige qualificações muito diferentes para os profissionais de todos os países ? afirmou.

De acordo com o estudo, ao mesmo tempo que a era da IA apresenta enormes benefícios para a humanidade, o seu desenvolvimento e os recursos necessários para que isso aconteça são distribuídos de maneira desigual. "Sem políticas e salvaguardas adequadas, a IA pode aumentar a exclusão digital?, diz o relatório da Isead, divulgado em parceria coma Tenda dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas.

22/01/2020
 
 
» ?Tenho uma paixão platônica pela Candice Swanepoel?, diz a modelo Laura Fernandez

Aos 20 anos ? seis na indústria da moda ?, a modelo carioca Laura Fernandez vive o melhor momento de sua carreira. É embaixadora de marca de beleza e queridinha de nomes poderosos da moda, como Dolce & Gabbana e Gucci. Mãe da pequena Sol de Maria, de 4 anos (fruto de seu relacionamento com Francisco Gil, filho de Preta Gil), ela fala a seguir sobre corpo, referências e confessa que tem uma paixão platônica pela angel da Victoria?s Secret Candice Swanepoel.

Como a moda te ajuda a mostrar sua personalidade livre?

Demorei a entender que também poderia ser livre na moda. Foi um processo de autoconhecimento, perceber o que realmente me deixava feliz. Hoje, sei que a roupa é uma das maiores formas de me expressar, de mostrar quem sou. Não tenho medo, me jogo com peças diferentes e ousadas.

Quem é sua referência no meio?

Minhas referências mudaram muito desde que entrei para esse meio. Tentava achar alguém que me representasse, principalmente com relação ao cabelo. E no início da minha carreira era quase impossível, não existe representatividade. Agora, temos muitas modelos cacheada e crespas como Samile Bermanelli, Bárbara Valente, Makaya London, Jasmine Sanders.... Mas preciso confessar que tenho uma paixão platônica pela Candice Swanepoel.

Laura Fernandez Reprodução/Instagram

O que você ainda guarda da menina que cresceu em Bangu?

Tudo na minha vida aconteceu de uma forma muito rápida. E como sou nova, me perco de vez em quando. Não consigo acompanhar e já me peguei várias vezes esquecendo de onde vim e por tudo que passei. Mas hoje faço esse trabalho diário de manter minhas raizes. E me sinto bem em estar na casa em que passei a infância, em estar com meus amigos que moram lá. Faz ser mais eu mesma.

Sol é uma menina de personalidade forte?

Ela tem muita personalidade, e é algo que sempre me deixa chocada. Sol ama transformar roupas, fazer amarrações, juntar peças para que ganhe outras funções. Ela ama moda, e isso é nítido.

Você é nora da Preta Gil, que ama moda e tem muita experiência no meio artísticos. Trocam figurinhas?

Morei com ela 3 anos e foi uma grande escola. Ver a Preta se produzindo, escolhendo os looks, cabelos e makes para shows era inspirador. Sem contar que ela me dava livre acesso ao seu closet. Ficava louca. Era como um parque da Disney.

Laura e Sol de Maria Reprodução/Instagram

Ano passado, você disse que estava tentando ficar mais sarada do que magra. Atingiu seu objetivo?

Ainda não consegui. É um processo um pouco demorado, ainda mais quando não se tem uma rotina. Mas tudo bem, vou seguindo. Esse movimento começou por um problema de saúde. Descobri que tenho escoliose e que preciso fortalecer minha coluna. Aí juntei tudo e fui para academia.

Você não tem problema em mostrar seu corpo como ele é. Posta imagens sem filtros ou tratamento...

Sempre fui muito real e quis passar isso. Vejo que mostramos muito o superficial nas redes sociais e esquecemos de mostrar que somos humanos, que temos dias ruins, que temos estrias e angústias. E esse é um processo que resolvi assumir este ano com mais intensidade.

22/01/2020
 
 
» Sete regras que o príncipe Harry e Meghan Markle terão que seguir fora da realeza

Fora da realeza, mas comprometidos em defender os valores da rainha Elizabeth II, o príncipe Harry e Meghan Markle terão que seguir sete regras, conhecidas como os Princípios de Nolan, que regem o comportamento dos servidores públicos. As diretrizes, segundo o jornal britânico "The Mirror", foram criadas pela Comissão sobre Normas de Conduta para a Vida Pública, em 1994, durante o governo do ex-primeiro ministro John Major.

Os sete princípios são: altruísmo, integridade, objetividade, prestação de contas, abertura, honestidade e liderança.

Altruísmo

Meghan e Harry devem agir em interesse público.

Integridade

Eles devem evitar se envolver com pessoas que possam explorá-los. Também não devem agir ou tomar decisões para obter ganhos financeiros.

Objetividade

Deevem agir de maneira imparcial e justa, tomando decisões por mérito.

Prestação de contas

São responsáveis perante o público e devem permitir o escrutínio.

Abertura

Eles devem tomar decisões de maneira aberta e transparente (a não ser que haja uma razão clara e legal).

Honestidade

Devem ser verdadeiros.

Liderança

Devem demonstrar esses princípios através de seu comportamento e aceitar críticas quando estiverem aquém dos padrões.

Entenda o caso

Harry e Meghan anunciaram, em 8 de janeiro, em seu perfil no Instagram, que eles se dividirão entre Reino Unido e a América do Norte em 2020. O anúncio veio depois de especulações da imprensa britânica de que o casal abdicaria de seus títulos reais e se mudaria definitivamente para o Canadá por estar sendo deixado de lado pela família real.

No comunicado, Harry e Meghan afirmam que serão financeiramente independentes e não mais "membros seniores" da família. A decisão, garantiram, foi tomada após meses de reflexão. "Pretendemos dar um passo atrás como membros "seniores" da família real e trabalhar para nos tornar financeiramente independentes, enquanto continuamos a apoiar totalmente Sua Majestade a Rainha", afirmaram no comunicado.

No último sábado, a rainha divulgou um comunicado dizendo que entendeu as demandas dos netos e que eles não mais vão vão usar seus títulos reais, não vão representá-la em compromisso oficiais e vão devolver 2,4 milhões de libras usadas na reforma de Frogmore Cottage, a casa de Windsor que continuarão usando no Reino Unido.

Aos 35 anos, Harry é o sexto na linha de sucessão ao trono, atrás de seu pai, o príncipe Charles, seu irmão, William, e dos sobrinhos, George, Charlotte e Louis. O príncipe é casado com Meghan Markle desde maio de 2018 e eles têm um filho, Archie Harrison, que nasceu um ano depois. O menino, no entanto, não usa nenhum título por desejo expresso dos pais.

Clique aqui para acessar a matéria na íntegra e visualizar esta fotogaleria.

Sobre dividirem-se entre os dois países, declararam:"Esse equilíbrio geográfico nos permitirá apreciar nosso filho com a tradição real em que ele nasceu, além de proporcionar à nossa família o espaço para se concentrar no próximo capítulo, incluindo o lançamento de nossa nova entidade beneficente.

Meghan morou no Canadá por sete anos antes de conhecer o príncipe e se sente em casa no país. Um amigo afirmou ao The Sun que "eles gostaram muito do Natal e do Ano Novo lá, quando não foram fotografados nenhuma vez e foram deixados em paz".

22/01/2020
 
 
» Moradores da Vila Cruzeiro relatam intenso tiroteio durante ação da PM

RIO ? Moradores da Vila Cruzeiro, no Complexo da Penha, na Zona Norte do Rio, relatam um intenso tiroteio na comunidade, na manhã desta quarta-feira. São ouvidas, também, explosões. O confronto ocorre durante uma ação do Comando de Polícia Pacificadora (CPP). A Polícia Militar ainda não informou sobre prisões ou apreensões.

De acordo com os moradores, agentes estão entrando em casas, sem pedir autorização. Em algumas barricadas foi ateado fogo. Segundo os relatos, os confrontos ocorrem em diferentes pontos. O perfil "Vila Cruzeiro - RJ", dedicado a notícias da comunidade, mudou seu status para o de atenção, devido ao clima de tensão no local.

22/01/2020
 
 
» Lava Jato no RJ mira em integrante do governo Cabral

Uma das primeiras figuras a protagonizar a Lava Jato do Rio de Janeiro em 2020 será um integrante da cúpula do governo de Sergio Cabral que até agora havia escapado ileso do turbilhão que dizimou meia classe política do estado.

ACESSE A HOME DA COLUNA E LEIA TODAS AS NOTAS, ENTREVISTAS E ANÁLISES

Leia também:

  • Olavismo não quer Regina Duarte
  • Onze dos 19 maiores clubes de futebol no vermelho em 2018
  • Bolsonarista, Regina Duarte já participou de conselho de FHC e recebeu medalha de Itamar
  • MP pede ao TCU que analise 26 casos semelhantes ao de Wajngarten
  • Presidente da OAB levará fake news a STF, MPF e PF
  • A lição de Olavo para curar dor de cabeça com alquimia
  • Acompanhe nas redes sociais:

    Clique aqui para acessar a matéria na íntegra e visualizar este conteúdo.

    22/01/2020
     
     
    » Mourão ganha uma função no governo

    Foi preciso um ano de governo para Jair Bolsonaro delegar oficialmente um trabalho para Hamilton Mourão, o de coordenação do Conselho da Amazônia, de ações dos ministérios pela região.

    Não foi por falta de conselho nesta direção. Desde a transição, pessoas do seu entorno têm dito que um vice ocupado costuma não trazer dores de cabeça.

    ACESSE A HOME DA COLUNA E LEIA TODAS AS NOTAS, ENTREVISTAS E ANÁLISES

    Leia também:

  • Olavismo não quer Regina Duarte
  • Onze dos 19 maiores clubes de futebol no vermelho em 2018
  • Bolsonarista, Regina Duarte já participou de conselho de FHC e recebeu medalha de Itamar
  • MP pede ao TCU que analise 26 casos semelhantes ao de Wajngarten
  • Presidente da OAB levará fake news a STF, MPF e PF
  • A lição de Olavo para curar dor de cabeça com alquimia
  • Acompanhe nas redes sociais:

    Clique aqui para acessar a matéria na íntegra e visualizar este conteúdo.

    22/01/2020
     
     
    » Anunciado para novembro, Niterói Presente no Barreto está sem data definida

    NITERÓI ? Aguardado desde novembro por moradores do Barreto, o programa Niterói Presente, cuja ampliação foi anunciada pelo prefeito Rodrigo Neves, ainda não começou no bairro. A nova previsão de assinatura do convênio entre o Executivo e o governo do estado é para este mês, porém, a data não foi divulgada. Custeado pela prefeitura, o programa terá o investimento neste ano de R$ 61 milhões em toda a cidade.

    O Gabinete de Gestão Integrada Municipal de Niterói informou, através da prefeitura, que está fazendo modificações no convênio original a pedido do governo e que, por este motivo, o documento ainda não foi assinado. Por sua vez, a Secretaria de Governo, responsável pela Operação Segurança Presente no Estado, explicou que o bairro não estava previsto no projeto original. Desta forma, é preciso ampliar o número de agentes contratados e a aquisição de material de serviço.

    Saiba mais:Niterói Presente a caminho da Região Oceânica

    Uma vez iniciada a operação, 96 agentes, entre civis e militares, patrulharão o bairro, com foco na Rua Doutor Luiz Palmier e nas principais vias de ligação com São Gonçalo. A estimativa de investimento em 12 meses, no Barreto, é de R$ 10 milhões.

    Na última terça-feira, o programa em Niterói ganhou um novo coordenador, o capitão Wellington Moreira, que substitui o major David Costa, transferido para o Lapa Presente, no Rio.

    A expansão do projeto integra o Plano Municipal de Segurança Pública e o Pacto Niterói Contra a Violência. Além do Barreto, o policiamento está presente em Icaraí, Centro, Santa Rosa, Jardim Icaraí, Ingá, São Francisco, Charitas, Jurujuba e Fonseca.

    Rodrigo Neves planeja levar o Niterói Presente ainda este ano, o último de sua gestão, para a Região Oceânica. Os agentes atuariam nas áreas limítrofes da cidade com outros municípios, como o Engenho do Mato.

    SIGA O GLOBO-BAIRROS NO TWITTER (OGlobo_Bairros)

    22/01/2020
     
     
    » Licitação para iluminação de Niterói é anulada pelo TCE

    NITERÓI ? A prefeitura terá que refazer o edital do projeto de modernização do sistema de iluminação pública da cidade, divulgado em setembro. Lançado como pregão presencial, o processo, no valor de R$ 41 milhões, foi anulado pelo Tribunal de Contas do Estado do Rio(TCE), que considerou errada a modalidade da licitação. Agora, o certame será uma concorrência pública. A diferença básica é que o primeiro, menos complexo, está mais relacionado a bens e serviços e o segundo a obras e serviços de engenharia.

    De acordo com o relatório publicado no último dia 27 pelo TCE, o edital trata sobre a ?reforma do sistema de iluminação pública?, à medida que substitui lâmpadas a vapor de sódio por LED e a implantação de telegestão no sistema, que envolve o desenvolvimento de projetos e softwares específicos.

    Leia mais:Contas no azul: Niterói fecha 2019 com superávit de R$ 470 milhões

    O relatório diz que o objeto é caracterizado como obra, portanto, a modalidade pregão é inadequada, devendo ser realizada uma concorrência pública. O processo começou a partir de uma representação encaminhada ao TCE por uma empresa privada, que alegava irregularidades no edital devido à sua complexidade.

    Segundo a prefeitura, a Secretaria municipal de Conservação e Serviços Públicos (Seconser) respondeu aos questionamentos do TCE e seguiu a recomendação de mudança na modalidade; assim, uma nova licitação está sendo preparada. O Executivo não explicou por que o edital foi lançado como pregão.

    O objetivo do projeto é modernizar o sistema de iluminação pública, com lâmpadas de LED mais potentes e econômicas, em 231 vias. Ao todo, serão substituídas cerca de nove mil luminárias e projetores, inicialmente nas vias principais da cidade e ruas onde há circulação de ônibus. Entre os locais beneficiados estão as avenidas Roberto Silveira, Amaral Peixoto, Visconde do Rio Branco e Central Ewerton Xavier, além dos túneis Roberto Silveira e Raul Veiga. O projeto ainda contempla a Ilha da Conceição, que será o primeiro bairro da cidade a ter 100% de iluminação em LED nas vias públicas.

    SIGA O GLOBO-BAIRROS NO TWITTER ( OGlobo_Bairros )

    22/01/2020
     
     
    » Tem samba no pé? Luisinho da Portela ministra curso para quem quer aprender a sambar

    RIO ? Quer arrasar no carnaval mas sente que ainda precisa dar um gás no samba no pé? Faltando pouco mais de um mês para a folia, ainda dá tempo de aprender as técnicas necessárias e se tornar um passista digno. É o que garante Luisinho da Portela, professor de dança há mais de 30 anos, que ministrará, a partir de sábado, um curso intensivo do ritmo em sua casa, na Freguesia (inscrições pelo telefone 99812-2059).

    Leia mais:Blocos de carnaval da Barra e Recreio organizam ensaios abertos e feijoadas

    O programa das aulas, que são semanais e terminarão em 22 de fevereiro, inclui todos os movimentos que costumam chamar a atenção em qualquer quadra de escola de samba, como rebolada, caminhada e até aquela caidinha que toda rainha de bateria exibe na Sapucaí.

    De acordo com Luisinho, que atuou durante dez anos como assistente do coreógrafo Jerônimo da Portela, as aulas podem ser frequentadas tanto por quem já arrisca uns passinhos numa roda de samba quanto por iniciantes na arte da dança, homens ou mulheres.

    ? Desenvolvi um método baseado nas qualidades físicas e na experiência que cada aluno traz. O trabalho corporal é desenvolvido para que ele consiga o movimento perfeito, adquirindo equilíbrio estático e dinâmico, força, velocidade, agilidade, ritmo e coordenação motora ? detalha, seguro da rapidez do método. ? Em três aulas, a pessoa já dança bem. Na quinta, é garantia de excelência.

    SIGA O GLOBO-BAIRROS NO TWITTER (OGlobo_Bairros)

    22/01/2020
     
     
    1
    Documento sem título
    Todos os Direitos Reservados Jorge Da Silva   Desenvolvido por Clandevelop