Documento sem título
  Segurança Pública e Direitos Humanos
 
Documento sem título
Associação de Oficiais Militares
CESeC
Fórum Brasileiro de Segurança
Forum de Segurança Pública
Governo estadual
Guarda Municipal do Rio de Janeiro
IBCCRIM
Instituto de Advocacia Racial e Ambiental
Instituto de Filosofia e Ciências Humanas
ISP
LeMetro
NECVU
NUFEP / UFF
NUPEVI
Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro
Polícia Federal
Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro
Rede Nacional Direitos Humanos
Rio de Paz
SEAP
Viva Rio
 
 O Dia
Veja + 
 Globo On
Veja + 
Folha ONLINE
Veja + 
 
 
Documento sem título
 
 
» Craque da Dinamarca desmaia em campo e é levado para hospital; Partida voltará a ser jogada às 15h30

Momento de tensão na Eurocopa. Christian Eriksen, o camisa 10 da Dinamarca, desmaiou em campo e recebeu atendimento médico durante a partida contra a Finlândia neste sábado, na primeira rodada da Eurocopa. Os médicos tentaram reanimar o atleta ainda no gramado. Posteriormente, a Uefa suspendeu a partida, mas informou que ela voltará a ser disputada às 15h30 (de Brasília).

"O jogo da Uefa Euro 2020, em Copenhague, foi suspenso devido a uma emergência médica", informou.

Clique aqui para acessar a matéria na íntegra e visualizar este conteúdo.

A Uefa também informou que Eriksen foi transferido para um hospital e está estabilizado após o ocorrido. A Federação da Dinamarca informou que o jogador está acordado e faz exames. Martin Schoots, agente de Eriksen, confirmou que ele "respira e pode falar", em entrevista à NPO Radio1.

Clique aqui para acessar a matéria na íntegra e visualizar este conteúdo.

O lance aconteceu no final do primeiro tempo. Após uma cobrança de lateral, ao dominar a bola, Eriksen caiu sozinho, o que despertou a atenção de todos. No mesmo instante a equipe médica já foi acionada.

Eriksen ficou mais de 15 minutos sendo atendido no gramado e deixou o campo de ambulância, respirando com a ajuda de um balão de oxigênio. Ainda não se sabe a real situação do jogador.

A namorada de Eriksen, Sabrina Jensen, no gramado, recebeu apoio de jogadores da seleção dinamarquesa. A partida, realizada no Parken Stadium, em Copenhague, estava empatada em 0 a 0 e foi suspensa pela Uefa.

Eriksen testou negativo num surto de Covid na Inter, em março. Skriniar (Eslováquia), Lukaku (Bélgica), Hakimi (Marrocos), Radu (Romênia), Eriksen (Dinamarca), Perisic e Brozovic (Croácia) testaram negativo e foram autorizados a viajarem em voos particulares para se juntarem às suas delegações.

Com 29 anos, Eriksen é um dos principais jogadores da seleção dinamarquesa. Ele defende as cores do país desde 2010. Na atual temporada o meio-campista conquistou o título do Campeonato Italiano pela Inter de Milão.

12/06/2021
 
 
» Leilão de vaga para acompanhar Jeff Bezos em viagem espacial arrecada US$ 28 milhões

SEATTLE ? A Blue Origin arrecadou US$ 28 milhões leiloando um assento para acompanhar o fundador Jeff Bezos em uma viagem de foguete em 20 de julho. Será primeira vez que a empresa levará pessoas ao espaço.

Duelo:Musk × Bezos: a nova cara da corrida espacial americana

A identidade do vencedor não será revelada por algumas semanas, disse a Blue Origin, neste sábado. O leilão ao vivo ocorreu após semanas de lances online, com mais de sete mil inscrições de pessoas em 159 países. O irmão de Bezos, Mark, também fará a viagem.

A excursão de 11 minutos saindo de Van Horn, Texas, levará até seis passageiros. A Blue Origin ainda não revelou quem mais estará a bordo da espaçonave New Shepard. O vôo automatizado será o 16º da empresa, mas será o primeiro com humanos a bordo.

Viu isso?SpaceX, de Elon Musk, vai lançar missão à Lua paga com dogecoin, a moeda dos memes de cachorro

A Blue Origin está competindo com a Space Exploration Technologies de Elon Musk e com a Virgin Galactic Holdings, apoiada por Richard Branson, para oferecer viagens ao espaço para um pequeno número de turistas ricos.

? Ver a Terra do espaço muda você. Muda sua relação com este planeta, com a humanidade ? disse Bezos em um vídeo antes do leilão final.

O nome é uma homenagem ao astronauta pioneiro Alan Shepard . Os passageiros devem ter entre 1,52 metros e 1,59 metros de altura, pesando entre 50 e 100 quilogramas. Devem conseguir subir os sete lances da torre de lançamento em menos de 90 segundos e ficar amarrado no veículo por até 90 minutos sem acesso a um banheiro.

Os passageiros foram aconselhados a consultar um médico sobre as condições médicas e sua capacidade de voar em New Shepard. Os clientes também devem fornecer consentimento informado, reconhecendo os vários riscos de voar para o espaço.

Além disso, precisam suportar forças gravitacionais de até 5,5 vezes o seu peso normal da pessoa durante a descida e três vezes o peso por até dois minutos na subida.

A SpaceX já transporta astronautas para a Estação Espacial Internacional da Administração Nacional de Aeronáutica e Espaço. A SpaceX e a Virgin Galactic estão se preparando para voar com clientes não governamentais.

Veja Também: Deputados americanos, mirando as big techs, propõem ampla mudança nas leis antitruste

A Blue Origin vai doar os lucros do leilão para sua fundação Clube para o Futuro, que visa inspirar os jovens a seguirem carreiras em ciências, tecnologia e matemática.

Bezos, que gasta cerca de US$ 1 bilhão por ano para financiar a Blue Origin, tem vendido lentamente sua participação na Amazon, para investir em seus empreendimentos espaciais. Ele deixará o cargo de CEO da Amazon em 5 de julho, com Andy Jassy assumindo o cargo.

12/06/2021
 
 
» Manifestação interdita trânsito em região dominada pelo grupo de Ecko, miliciano morto neste sábado

RIO ? Após morte de Wellington da Silva Braga, o Ecko, uma manifestação interdita a avenida Cesário de Melo, em Santa Cruz, Zona Oeste do Rio, região dominada pelo grupo miliciano que era chefiado por ele.

Leia mais:Ecko, o bandido mais procurado do Rio, criou 'corredor da milícia'

Segundo o Centro de Operações, o trânsito tem lentidão no local da interdição, na altura da rua Pistóia. A polícia militar informou que equipes do 27° BPM (Santa Cruz), do 2° Comando de Policiamento de Área (CPA) e das Rondas Especiais e Controle de Multidões (RECOM) reforçam o policiamento em toda a região.

Veja também:Ascensão de irmão de Carlinhos Três Pontes ao comando de milícia provoca racha no grupo

O BRT Informa que a linha LECD 33 (Campo Grande x Santa Cruz) está temporariamente suspensa devido à essa manifestação na Avenida Cesário de Melo.

Morto em operação

Wellington da Silva Braga morreu neste sábado, dia 12, após ser baleado em operação da Polícia Civil do Rio. O criminoso, um dos mais procurados do país, foi encontrado numa casa na comunidade das Três Pontes, em Paciência, na Zona Oeste, local considerado seu reduto. Segundo informações da polícia, o miliciano foi baleado durante confronto e chegou a ser levado de helicóptero para o Hospital municipal Miguel Couto, no Leblon, mas não resistiu aos dois ferimentos na região tórax. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, Ecko chegou morto à unidade.

Relembre: Carlinhos Três Pontes, um dos chefes da maior milícia do Rio, é morto em operação da Polícia Civil

Ecko havia assumido a chefia da milícia após seu irmão, Carlos Alexandre Braga, o Carlinhos Três Pontes, ter sido morto durante uma operação da Polícia Civil em abril de 2017. Desde então, a quadrilha que ele chefiava, o Bonde do Ecko, já invadiu as favelas de Antares e Rola, ambas em Santa Cruz. O grupo de paramilitares, que domina boa parte da Zona Oeste, tem como uma das práticas a extorsão de dinheiro de moradores e comerciantes e a exploração de serviços, como sinal clandestino de internet e TV e controle ilegal da venda de gás e do transporte alternativo de vans.

12/06/2021
 
 
» Ecko foi atingido por segundo tiro no peito após tentar pegar arma de agente dentro de van ao ser socorrido, diz polícia

RIO ? A Polícia Civil informou que o miliciano Wellington da Silva Braga, o Ecko, morto neste sábado, dia 12, foi baleado duas vezes na Operação Dia dos Namorados. Ele era o chefe da maior milícia do Rio e um dos bandidos mais procurados do país. O primeiro tiro ocorreu na casa da família dele, na comunidade Três Pontes, em Paciência, onde estavam sua mulher e três filhos, enquanto tentava fugir. Já o segundo, de acordo com Tiago Neves, da Subsecretaria de Inteligência, foi dentro da van que o levava até o helicóptero, onde Ecko tentou retirar a arma de uma policial. Policiais que estavam na van relataram que o criminoso chegou a apertar várias vezes a arma da agente, mas o equipamento estava travado. Então um colega dela, lotado na Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Propriedade Imaterial (DRCPim), efetuou o disparo.

Morte de Ecko:'Tiramos de circulação alguém que fazia tão mal à sociedade', diz Claudio Castro

Ainda segundo os investigadores, no momento na abordagem ao miliciano dentro de casa, ele mostrou-se alterado, levantando hipótese de ter usado drogas. Os agentes descreveram gritos de que ele era "o Ecko" é que era o "Welington". Um dos policiais contou que mesmo ferido, o criminoso dizia que estava bem.

Investigadores tinham descoberto que Ecko visitaria a mulher no Dia dos Namorados, conforme revelou o subsecretário de Polícia Civil, Rodrigo Oliveira, na coletiva para detalhar a ação, na Cidade da Polícia. Segundo o subsecretário, foi feita uma prontidão de três dias.

Leia mais:Grampo em telefone de mulher levou a polícia ao esconderijo de Ecko

Após o primeiro tiro, Ecko foi levado de Paciência para a Lagoa, de helicóptero, de forma a cumprir o procedimento para casos como esse. Durante o trajeto, houve o segundo tiro. De lá, foi de ambulância até o Hospital Miguel Couto, onde chegou morto.

O delegado Felipe Curi, diretor do Departamento de Polícia Especializada, detalhou como se deu a ação para localizar Ecko.

? Estávamos hoje (sábado, dia 12) desde o início da madrugada perto do local com quatro equipes concentradas em algum locais. Estávamos aguardando informações com nossa inteligência se o alvo ia ou não se encontrar com sua esposa por ocasião da data (dia dos namorados). Tivemos uma confirmação de que ele tinha chegado ao local por volta das 5h. Não tínhamos 100% de certeza, e sim 95%, mas só entraríamos com 100%. Fizemos uma digilência e confirmamos. Tivemos um efetivo muito reduzido, com 20 policiais. Equipes entrando na parte de trás da casa, outros entrando pela frente. Quando o helicóptero sobrevoou, ele tentou fugir justamente por trás. Houve algum confronto, e ele voltou pela frente. As equipes que entraram pela frente literalmente deram de cara com ele e o neutralizamos.

Veja:Mudança na aparência de Ecko, miliciano morto em operação da polícia no Rio

Presente na coletiva de imprensa, Claudio Castro tirou uma foto junto com os agentes que participaram da operação e elogiou o trabalho.

Governador do Rio, Claudio Castro, com policiais civis que participaram da operação que resultou na morte de Ecko Rafael Nascimento de Souza / Agência O Globo

? Hoje é um dia histórico, porque havia principalmente alguém que sintetizava, que simbolizava a impunidade. Essa figura era o Ecko ? afirmou, ressaltando, contudo, que não comemora a morte propriamente dita. ? Não celebramos a morte de ninguém. Mas celebramos que tiramos de circulação alguém que fazia tão mal à sociedade. Pegamos ele vivo ainda, queríamos ele preso. Por circunstâncias, isso não aconteceu.

12/06/2021
 
 
» Pedro testa positivo para covid-19 e Flamengo aguarda contraprova 
Conteúdo exclusivo para assinantes, acesse no site do globo.
12/06/2021
 
 
» Clubes, jogadores e seleções desejam força a Eriksen após mal súbito na Eurocopa; veja postagens

Momento de tensão na Eurocopa. Christian Eriksen, o camisa 10 da Dinamarca, desmaiou em campo e recebeu atendimento médico durante a partida contra a Finlândia neste sábado, na primeira rodada da Eurocopa. Os médicos tentaram reanimar o atleta ainda no gramado. Nas redes sociais, clubes e jogadores desejaram força ao atleta.

Veja as publicações:

Dinamarca:

Clique aqui para acessar a matéria na íntegra e visualizar este conteúdo.

Espanha:

Clique aqui para acessar a matéria na íntegra e visualizar este conteúdo.

Portugal:

Clique aqui para acessar a matéria na íntegra e visualizar este conteúdo.

Croácia:

Clique aqui para acessar a matéria na íntegra e visualizar este conteúdo.

Macedônia do Norte:

Clique aqui para acessar a matéria na íntegra e visualizar este conteúdo.

Marcus Rashford:

Clique aqui para acessar a matéria na íntegra e visualizar este conteúdo.

Fluminense:

Clique aqui para acessar a matéria na íntegra e visualizar este conteúdo.

Atlético-MG:

Clique aqui para acessar a matéria na íntegra e visualizar este conteúdo.

Rússia:

Clique aqui para acessar a matéria na íntegra e visualizar este conteúdo.

Libertadores:

Clique aqui para acessar a matéria na íntegra e visualizar este conteúdo.

Vasco:

Clique aqui para acessar a matéria na íntegra e visualizar este conteúdo.

Barcelona:

Clique aqui para acessar a matéria na íntegra e visualizar este conteúdo.

Chapecoense:

Clique aqui para acessar a matéria na íntegra e visualizar este conteúdo.

12/06/2021
 
 
» Polícia tinha informação de que Ecko visitaria mulher no Dia dos Namorados e fez prontidão de três dias

RIO ? A polícia tinha informações de que Wellington da Silva Braga, o Ecko, visitaria a mulher neste sábado, Dia dos Namorados, por isso escolheu a data para fazer a operação. A informação foi passada pelo subsecretário de Polícia Civil, Rodrigo Oliveira, na coletiva para detalhar a ação, na Cidade da Polícia. Segundo o subsecretário, foi feita uma prontidão de três dias.

? A data de hoje foi escolhida pelo Dia dos Namorados, tínhamos informações que davam conta de que ele visitaria sua mulher. Estávamos de prontidão há três dias esperando por sua chegada. Tão logo se confirmou a presença do criminoso no local, o cerco foi feito ? disse, acrescentando que diversas unidades estavam trabalhando nessa investigação, de forma isolada, por questão de sigilo.

Morte de Ecko:'Tiramos de circulação alguém que fazia tão mal à sociedade', diz Claudio Castro

Ele explicou que quando os policais entraram, Ecko tentou resistir, mas foi baleado. Ele foi levado de Paciência para a Lagoa, de helicóptero, por que esse é o procedimento adotado nesses casos, e de lá, de ambulância até o Hospital Miguel Couto.

O delegado Felipe Curi, diretor do Departamento geral de Polícia Especializada, explicou que esse trabalho começou com uma ação para desarticulação das farmácias da milícia e que resultou na prisão de 19 milicianos.

? Unificarmos nossas informações juntamente com os dados de inteligência da Subsecretaria de Inteligência e entramos na reta final da identificação do paradeiro do criminoso. As investigações foram unificadas e depois disso chegamos muito rápido ao paradeiro desse criminoso. A apuração foi meticulosamente planejada, não podíamos ir com muita gente, porque eles têm sistema de monitoramento de policiais. Também não podemos revelar como chegamos lá. Mas posso dizer que essa ação está sendo planejada há meses, com inúmeras operações de inteligência naquele local, que não podemos revelar por motivos óbvios ? disse o delegado.

Veja:Mudança de aparência de Ecko, miliciano morto em operação da polícia no Rio

Curi contou ainda como foi a operação deste sábado:

? Estávamos hoje desde o início da madrugada perto do local com quatro equipes concentradas em algum locais. Estávamos aguardando informações com nossa inteligência se o alvo ia ou não se encontrar com sua esposa por ocasião da data. Tivemos uma confirmação de que ele tinha chegado ao local por volta das 5h. Não tínhamos 100% de certeza, e sim 95%, mas só entraríamos com 100%. Fizemos uma digilencia e confirmamos. Tivemos um efetivo muito reduzido, com 20 policiais. Equipes entrando na parte de trás da casa, outros entrando pela frente. Quando o helicóptero sobrevoou, ele tentou fugir justamente por trás. Houve algum confronto, e ele voltou pela frente. As equipes que entraram pela frente literalmente deram de cara com ele e o neutralizamos.Não podemos revelar mais detalhes da operação porque ela ainda está em curso. Estamos fazendo várias diligências pra apurar outros crimes no local.

O secretário de Polícia Civil Alan Turnowski destacou a fala do governador Cláudio Castro, de que ao assumir o cargo recebeu a missão de intensificar o combate à milícia no Rio.

? Não é possível que um criminoso chefie o crime por anos sem a polícia montar uma operação para prendê-lo. Estamos do lado da sociedade, do lado do bem. No caso concreto de hoje, fazemos uma das partes, prender o líder. Mas temos uma força-tarefa com mais de 90 operações e 650 presos, e R$ 1,5 bilhão de prejuízo para a milícia. Não vamos desistir de combater o crime organizado, mesmo que ele esteja politizado ? disse o secretário Turnowski.

Novo visual:Veja a mudança na aparência de Ecko, miliciano morto em operação da polícia no Rio

Um dos criminosos mais procurados do país

Chefe da maior milícia do Rio, Ecko morreu neste sábado após ser preso durante uma ação da Polícia Civil. Ele era também um dos criminosos mais procurados do país e foi encontrado numa casa na comunidade das Três Pontes, em Paciência, na Zona Oeste. Baleado na região do tórax, chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos. De acordo com informações prestadas pela Secretaria Municipal de Saúde, Ecko chegou morto ao hospital Miguel Couto, no Leblon, na Zona Sul da cidade

A operação foi batizada de Dia dos Namorados, em razão da data em que ocorreu, 12 de junho. Dutrante seis meses de investigação, a Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Propriedade Imaterial (DRCPim) concluiu, com base em informações da inteligência, que este seria o dia ideal para capturá-lo. Aação foi coordenada pela Subsecretaria de Planejamento Operacional e contou com a participação de 21 policiais.

Memória: Relembre operações contra milícia comandada por Ecko, um dos bandidos mais procurados do país

A DRCPim trabalhou com as delegacias de Combate ao Crime Organizado (Draco) e de Combate às Drogas (Dcod). A Polícia Civil mirou nos crimes da milícia, principalmente na Zona Oeste, incluindo contrabando de cigarros, água, gás e transporte alternativo, além de farmácias para lavagem de dinheiro. Diante do trabalho policial, o prejuízo para a organização ultrapassou R$ 50 milhões.

Sucessor do irmão

Ecko, assumiu o comando da maior milícia do Rio, após a morte de seu irmão, Carlos Alexandre Braga, o Carlinhos Três Pontes, ocorrida em abril de 2017, durante uma ação da Polícia Civil em Paciência, na Zona Oeste. Sua ascensão provocou um racha na quadrilha, dando início a uma guerra pelo controle no grupo, que resultou nas mortes de pelo menos dez pessoas em dois meses. A escolha do novo chefe, usuário de drogas e apontado como um homem violento, desagradou os integrantes do bando, na ocasião com forte atuação em Campo Grande, Paciência e Santa Cruz, na Zona Oeste do Rio, além de Seropédica e Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. O miliciano era um dos criminosos mais procurados do país e morreu neste sábado, após ser preso em ação da polícia.

Enquanto o antecessor, cujo reinado durou três anos, era um chefe espalhafatoso, que deixava ser bastante filmado e fotografado, frequentava bailes, tinha um time de futebol amador e ia aos campeonatos, onde era homenageado na beira do campo, Ecko tinha um perfil mais dicreto. Mais reservado, não costumava aparecer em público e, até pouco tempo, a polícia só tinha acesso a duas fotos do criminoso: a 3x4 tirada para sua identidade e uma em que aparece abraçado a uma mulher, durante uma festa.

12/06/2021
 
 
» Explosão em mina de carvão na Colômbia deixa nove mortos e três feridos

BOGOTÁ - Nove pessoas morreram e três foram resgatadas em explosão em uma mina de carvão localizada em Socha, no departamento de Boyacá da Colômbia, informou o presidente Iván Duque, neste sábado.

Manifestações:Colômbia se compromete com Comissão de Direitos Humanos a esclarecer 21 homicídios ocorridos em protestos

?Nós nos solidarizamos com as famílias dos 9 mineiros que morreram na explosão de uma mina subterrânea de carvão em Socha?, escreveu o presidente no Twitter do departamento de Boyacá.

?Acompanhamos os três resgatados pelas agências de socorro? e pela Agência Nacional de Mineração (ANM), ?que são atendidos no hospital municipal?, acrescentou.

Em um primeiro balanço na sexta-feira, as autoridades locais relataram duas pessoas mortas e sete presas no acidente de mineração.

Entenda: Protestos contra reforma tributária na Colômbia refletem descontentamento social com governo de Iván Duque

De acordo com a estatal ANM, a explosão foi causada pelo acúmulo de "metano e pó de carvão" na mina Diamante 5.

Mineração e petróleo são os principais produtos de exportação da Colômbia.

A quarta maior economia da América Latina registrou 171 mortes em acidentes de mineração no ano passado, em comparação com 82 em 2019.

Segurança pública:Duque diz que irá 'modernizar' polícia colombiana, criticada por abusos de direitos humanos

O Grupo dos Sete Países Mais Industrializados (G-7) concordou em maio em reduzir drasticamente o uso de petróleo e carvão para produzir eletricidade ao longo dos anos 2030.

Em 2020, a Colômbia produziu 48,4 milhões de toneladas de carvão, contra 82,4 milhões no ano anterior, e é o quinto exportador do mineral no mundo, segundo a ANM.

12/06/2021
 
 
» Morto neste sábado, Ecko era réu por executar um informante da polícia

RIO ? Morto neste sábado, dia 12, Wellington da Silva Braga, o Ecko, que era chefe da maior milícia do Rio de Janeiro, na Zona Oeste da capital, e um dos criminosos mais procurados do estado, era réu em nove processos criminais. Um deles, pela execução e ocultação de cadáver de um homem que ele descobriu ser informante da polícia: o motorista de aplicativo Vanderlei Lima da Silva, de 37 anos, que desapareceu depois que saiu de casa na noite de 17 de abril de 2019 e cujo corpo não foi encontrado até hoje.

Leia mais:Ecko, o bandido mais procurado do Rio, criou 'corredor da milícia'

Vanderlei era um morador de Santa Cruz que sonhava em ser policial e, por isso, passou a trabalhar como informante de um delegado que investigava o bando. De acordo com o inquérito da Delegacia de Descoberta de Paradeiros (DDPA), mensagens enviadas pelo motorista no último dia em que foi visto revelam que ele tentou alertar o delegado sobre o paradeiro de Ecko. ?Estou aqui agora. Não posso mais falar. É aqui que o Ecko está?, escreveu a vítima, por volta das 19h45. Em seguida, enviou a sua localização por GPS. O motorista estava dentro da favela Três Pontes, principal reduto de Ecko, em Paciência, na Zona Oeste do Rio.

Vanderlei, segundo depoimentos prestados por testemunhas à DDPA, tinha informações privilegiadas da milícia porque era amigo de infância de Jefferson Junio Terra Tavares, o Soldado, braço-direito de Ecko e um dos matadores da quadrilha. No final de 2017, o motorista procurou policiais civis para passar informações sobre a milícia. Na época, ele alegou aos agentes que tinha o sonho de ser policial e que não suportava mais ?as covardias praticadas por Ecko e Soldado?.

Veja também:Ascensão de irmão de Carlinhos Três Pontes ao comando de milícia provoca racha no grupo

O carro de Vanderlei foi encontrado carbonizado às margens do Rio Guandu seis dias após o crime. De acordo com o relatório final da investigação, assinado pela delegada Elen Souto, a conversa do informante com o policial foi flagrada pelos milicianos, que o torturaram e executaram em seguida. ?Em que pese a nobre conduta da vítima em ajudar os policiais, o risco da morte era iminente?, escreveu a delegada ao finalizar a investigação. Ao final do inquérito, a Justiça decretou as prisões preventivas de Ecko e Soldado.

Morto em operação

Wellington da Silva Braga morreu neste sábado, dia 12, após ser baleado em operação da Polícia Civil do Rio. O criminoso, um dos mais procurados do país, foi encontrado numa casa na comunidade das Três Pontes, em Paciência, na Zona Oeste, local considerado seu reduto. Segundo informações da polícia, o miliciano foi baleado durante confronto e chegou a ser levado de helicóptero para o Hospital municipal Miguel Couto, no Leblon, mas não resistiu aos dois ferimentos na região tórax. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, Ecko chegou morto à unidade.

Relembre: Carlinhos Três Pontes, um dos chefes da maior milícia do Rio, é morto em operação da Polícia Civil

Ecko havia assumido a chefia da milícia após seu irmão, Carlos Alexandre Braga, o Carlinhos Três Pontes, ter sido morto durante uma operação da Polícia Civil em abril de 2017. Desde então, a quadrilha que ele chefiava, o Bonde do Ecko, já invadiu as favelas de Antares e Rola, ambas em Santa Cruz. O grupo de paramilitares, que domina boa parte da Zona Oeste, tem como uma das práticas a extorsão de dinheiro de moradores e comerciantes e a exploração de serviços, como sinal clandestino de internet e TV e controle ilegal da venda de gás e do transporte alternativo de vans.

12/06/2021
 
 
» EUA autorizam envio de 3 milhões de doses da vacina da Johnson ao Brasil

BRASÍLIA - A agência reguladora de medicamentos dos Estados Unidos, FDA, aprovou neste sábado o envio de 3 milhões de doses da vacina da Johnson & Johnson ao Brasil. A previsão, segundo o portal G1, é que os imunizantes cheguem nesta terça-feira ao Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo.

Imunização:Saiba quem pode tentar se vacinar contra a Covid-19 na 'xepa' em Rio, São Paulo e BH

Nesta quinta-feira, a Johnson & Johnson anunciou que a agência reguladora dos Estados Unidos aumentou de três para quatro meses e meio o prazo de validade da vacina contra Covid-19 da Janssen.

Segundo o Ministério da Saúde, as vacinas serão distribuídas somente para as capitais, por questões logísticas, e têm validade até o dia 27 de junho (veja mais abaixo).

Como esse imunizante é em dose única, uma aplicação da vacina da Janssen equivale a duas doses das demais vacinas que estão sendo aplicadas no Brasil (Pfizer, CoronaVac e AstraZeneca).

Pesquisa:Rússia testa vacina contra Covid-19 como spray nasal para crianças

O que já se sabe sobre o imunizante da Janssen e o acordo feito com o Brasil:

  • Total de doses:
  • Capitais:
  • Desembarque:
  • Custo:
  • Tecnologia:Índia desenvolve teste de Covid-19 para ser feito em casa

    Na terça-feira (8), o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, confirmou durante o seu depoimento à CPI da Covid que o lote com as de doses da Janssen tem validade até 27 de junho, que consultou os conselhos de Saúde antes de aceitar a remessa e que o país corria o risco de perder as vacinas se houvesse demora no posicionamento do FDA.

    Assim que chegarem ao Brasil, as vacinas serão enviadas ao centro de distribuição logístico de Guarulhos, onde serão inspecionadas pelo Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS) que testará a qualidade das doses.

    A previsão é a de que o imunizante comece a ser distribuído aos estados em 48 horas, ou seja, nesta quinta-feira.

    12/06/2021
     
     
    1
    Documento sem título
    Todos os Direitos Reservados Jorge Da Silva   Desenvolvido por Clandevelop